Ilha Grande de São Cristóvão

A Ilha Grande é uma ilha brasileira situada no município de São Cristóvão, estado de Sergipe, exatamente no estuário do rio Vaza-Barris, próximo a sua desembocadura no oceano Atlântico.   Possui uma população estimada em setenta pessoas, que vivem basicamente da pesca fluvial e pequena agricultura de sobrevivência baseada na produção de mangas que acontece entre os meses de dezembro, janeiro, fevereiro se estendendo até fins de Abril.   A comunidade já possui energia elétrica mas não possui saneamento básico. Seu único meio de transporte é fluvial entre a Ilha e o continente, o povoado Pedreiras, distante da sede do município sete quilômetros por...


Leia Mais...

Ilha do Paraíso - Viral

Navegando no estuário do rio Vaza Barris sentido sul encontramos a Ilha do Paraíso que é ponto de encontro de diversas famílias que chegam ao local para deliciarem um bom banho de rio. Local aconchegante e com uma baia incrível, que proporciona prática de esportes náuticos com certa segurança, e um pôr do sol sensacional. Como chegar Encontramos no pier localizado na Orla Pôr do Sol (mosqueiro) e também na marina Marisol as embarcações que fazem esse trajeto. Em cinco minutos de navegação vamos transpor a ponte Joel Silveira que liga o município de Aracaju a Itaporanga d'ajuda, uma obra muito bonita. Logo...


Leia Mais...

Crôa do Goré

Um dos belos cartões postais de Sergipe a Crôa do Goré que fica localizada no rio Santa Maria, afluente do rio Vaza Barris, entre o município de São Cristóvão e Aracaju. Essa ilhota é formada quando a maré baixa e exibe sua areia clara e limpa com diversos quiosques feitos com tronco de coqueiro e cobertura de palha para que o visitante possa curtir uma sombra nos dias de muito sol e contando ao seu redor com belíssimomanguezal. Como chegar Diversas embarcações como lanchas, barcos e catamarãs partem do pier localizado na Orla Pôr do Sol (mosqueiro) aonde os visitantes podem escolher...


Leia Mais...
012

Esportes Aquáticos

Glossário Wakeboard

TERMOS BÁSICOS

ABW - Associação Brasileira de Wakeboard
Cable Park - É um teleférico feito para andar de wake. O rider faz as manobras sem a marola do barco
Clínica de wake / Wake Camp - Curso intensivo de wake durante alguns dias
Esteira - Espaço entre as marolas do barco em movimento
Free Session - Session de wake sem ser campeonato
Glass - Água lisa, parecendo espelho
Rider - Atleta de wakeboard
Session - Seção, banda ou andada de wake
Wakeskate - Andar de wake sem as botas (com prancha diferente, própria para wakeskate)
Wake Surf - Surfar na marola do barco


MANOBRAS BÁSICAS

Boardslide - Deslizar sobre o slider ou marola com a prancha na transversal e o corpo de frente para o barco
Backlip - Deslizar sobre o slider ou marola com a prancha na transversal e o corpo de costas para o barco
Blind - Quando o rider aterrissa de costas e com a manete na mão de trás ou quando gira para o lado de BS
Bunny Hop ou Ollie - Dar um salto sem utilizar a marola
But Check - Encostar a bunda na água ao aterrissar uma manobra
Cavada - Quando o rider está pegando velocidade no sentido da onda, para saltar alto
Cavada Progressiva - A cavada correta para fazer a maioria das manobras. Deve-se começar bem fraco e ao chegar na onda estar bem forte
Dock Start - Quando o rider inicia a session saindo de cima do pontão. Dessa forma ele não se molha VIDEO DICAS PARA LEVANTAR
Double Up - Quando o barco faz uma curva e passa por cima de sua própria onda a um ângulo de aproximadamente 90 graus. A junção das marolas resulta em uma marola de tamanho dobrado, permitindo que o rider voe muito alto
Edge (2) - A cavada que o rider faz até chegar na onda também é chamada de edge
Estilo - Cada rider tem seu estilo único andando de wake
Flat - Quando o rider aterrissa a manobra bem longe, depois da segunda marola onde a água já esta plana
Flat – (2) Quando o rider está com o bico da prancha direcionado para o barco, ou seja, andando reto sem cavar
Fletear - Parar a cavada logo antes de chegar na marola
Goofy - Atleta que anda com o pé direito na frente
Grab - Pegar na prancha durante a manobra
Half Cab - Quando o rider salta de switchstance e aterrissa na sua base normal
Handle Pass - Passar o handle de uma mão para outra durante uma manobra de rotação
Heel Side (HS) - Situação onde o rider se encontra com o peso nos calcanhares
HS Air - Quando o rider dá um pulo de 2 marolas cavando pelo lado do calcanhar
HS BS 180º - O famoso Blind, quando o rider vira um 180º pelo lado das costas
HS BS 360º - "Blind 3" - Quando o rider gira 360º pelo lado das costas
HS FS 180º - Quando o rider dá um pulo de 2 marolas e vira 180º pelo lado da frente. VIDEO HS 180
HS FS 360º - "Heelside 3" - Quando o rider gira 360º pelo lado da frente
Invertido - Toda manobra que a prancha fica mais alta que a cabeça
Lipslide - Slide na superfície da água
Mobe - Manobra que inclui um invertido e uma rotação com handle-pass
Off-Axis - Rotação fora do eixo vertical
Olé - Quando o rider faz uma rotação passando o cabo por cima da cabeça, ou seja, sem handle-pass
One Wake - Quando o salto cai no meio das duas marolas
Pop - Pisada bem forte que o rider dá na onda para subir bastante
Re-Entry - Quando o rider pula e aterrissa na mesma marola
Regular / Natural - Atleta que anda com o pé esquerdo na frente
Rotação de Backside - Rotação que começa pelo lado das costas
Rotação de Frontside - Rotação que começa pela frente
Spin / Rotação - Manobras de giro
Toe Side (TS) - Situação onde o rider se encontra com o peso na ponta dos dedos


SPINS / ROTAÇÕES

Surface - Manobras feitas com a prancha tocando a água durante toda sua execução
Switchstance - Quando o rider está andando com sua outra base. Ou seja, mudar o pé que normalmente está na frente
To Revert / To Fakie - Quando o rider aterrissa a manobra com a base diferente da que começou
Toe Side (TS) - Situação onde o rider se encontra com peso nos dedos dos pés
Triple Up - Quando o double up é feito de uma forma um pouco diferente e a marola fica de tamanho triplicado
TS 180º - Quando o rider dá um pulo de Toe Side e pousa de base trocada
TS Air - Quando o rider dá um pulo de 2 marolas cavando com peso nos dedos dos pés
TS BS 180º - "TS Blind" - Quando o rider faz um 180º de TS girando pelo lado das costas
TS BS 360º - Toeside Blind 3" - Quando o rider entra cavando de Toe e gira 360º pelo lado das costas
TS FS 360º - "Toeside 3" - Quando o rider entra cavando de Toe e gira 360º pelo lado da frente
Two Wakes / Two Wakes - Quando o salto vara as duas marolas
Wrapped / Enrolado - Quando o rider vai fazer uma manobra de rotação e enrola o cabo no corpo de uma forma que o handle-pass se faz desnecessário
700 – duas voltas inteiras (dois 360), podendo ser de TS ou HS, na base ou de switch, front side ou back side
900 - duas voltas e meia (dois 360 + um 180), podendo ser de TS ou HS, na base ou de switch, front side ou back side
1080 – três voltas inteiras (três 360), podendo ser de TS ou HS, na base ou de swirch, front side ou back side (ainda nunca ninguém pousou um de back side um 1080)
1260 – três voltas e meia ( três 360 + um 180) até agora apenas um rider americano pousou essa manobra, Mr Danny Harf.


INVERTIDOS E MOBES

Back Roll - Um dos primeiros invertidos que se aprende, é uma cambalhota para o lado, cavando de Heelside
Back Roll To Blind - É o Back Roll girando 180º BS
Back Roll To Revert - É o Back Roll girando 180º FS (de Switch chama-se) Half Cab Roll
Crow Mobe - É o Front Roll com 360º girando de FS
Dum-Dum - É o Front Roll com 360º girando de BS
Front Flip - É uma cambalhota girando para frente e pro lado de HS (é o movimento contrário do Back Roll)
Front Roll - Cambalhota para frente cavando de TS
Front To Fakie - É o Front Flip com 180º FS. Essa manobra também pode ser feita de switch, Half Cab Front to Fakie
Fruit Loop - É o TS Front Flip com 180º BS
KGB - É o Back Roll girando 360º BS. Essa manobra também pode ser feita wrapped
Mobius - É o Back Roll girando 360º FS
Moby Dick - É o Tantrum com 360º BS
Pete Rose - É o TS Back Roll com 360º FS e grab Melon
Scare Crow - É o Front Roll com 180º de FS
Shuvits - Quando a prancha de wakeskate gira 180º
Slim Chance ou Front Mobe - É o Front Flip com 360º FS
Tantrum - Cambalhota para trás cavando de HS
Tootsie Roll - É o Front Roll com 180º de BS
TS Back Roll - O movimento de saída da onda é parecida com o Backroll, porém a cavada é de TS e cambalhota para trás
TS Back Roll To Revert - É a mesma que Back Roll To Revert, porém de TS
TS Front Flip - É mais ou menos o movimento do Front Roll, porém o rider joga mais de lado a manobra
Whirly Bird - É o Tantrum com 360º FS girando com o cabo travado sem trocar de mão
Whirly 5 - É um Whirly Bird com mais um 180º
Whirly Dick - Recentemente acertada pelo Philip Soven (USA), é um Whirly Bird com 360º BS


OBSTÁCULOS

270 - entrar no obstáculo invertendo a base (Ex. Vindo de HS, dar um ollie e pousar de back lip)
A-frame - Slider com entrada e saída bem cumpridas e uma superfície plana no meio
Flat Bar - Slider com grande superfície reta
Fun Box - Como se fossem dois A-frames grudados, com uma parte alta e estreita e a outra baixa e larga
Kicker - Rampa com transição
Launch Ramp - Rampa reta sem curva
Pool Start - Piscina rasa e comprida com um slider na sequência antes da represa. Utilizado para começar a session
Slider - Obstáculo que tenta imitar um corrimão usado por skatistas. Ver quais os tipos na seção OBSTÁCULOS do site.
* Os nomes de manobras em obstáculos originais em inglês possuem uma grande variação, baseando-se nos ângulos que a prancha gira durante a entrada e a manobra. Aqui no Brasil nós temos a nossa versão brasileira, baseando-se nos mesmos nomes de manobras realizada no barco. Ex "Ele veio de HS, entrou de Board e saiu blind.

COMPETIÇÃO

Composição - Critério de julgamento que analisa a variedade de manobras realizadas
Execução - Critério de julgamento que analisa se as manobras foram bem ou mal executadas
Intensidade - Critério de julgamento que analisa a altura das manobras realizadas
Passada - Conjunto de manobras realizadas por um competidor
Raia - Espaço em que o atleta deve realizar sua passada durante a competição.
Re Ride - Quando por algum motivo especial o atleta tem direito de recomeçar a passada.


EQUIPAMENTOS

Base - Parte de baixo da prancha.
Binding - Bota.
Cabo - Corda utilizada no wake.
Colete Flutuante - Colete salva-vidas.
Edge - As bordas da prancha.
Encurtamento - Os pedaços em que o cabo é dividido
Fat Sac - Saco de água usado como lastro
Foam - Espuma utilizada como principal estrutura da prancha de wake
Handle / Manete - Parte do cabo que fica na mão do rider
Honeycomb - Material usado dentro de algumas pranchas. Seu formato é parecido com um favo de mel
Insert - Buraco da prancha que tem uma rosca para prender os parafusos da bota
Lastro - Peso usado para afundar o barco e aumentar o tamanho da marola.
Mastro - Extensão para deixar o cabo elevado
Nose - Nariz / bico da prancha
Outline- Linha de contorno da prancha
Perfect Pass - Estabilizador de velocidade para barcos
Quilha - Peça encaixada na prancha para aumentar a estabilidade
Rocker - Curvatura da prancha
Spectra - Material mais utilizado para os cabos. Tem a vantagem de não ser elástico
Tail - Rabeta da prancha. A parte de trás
Torre - Uma extensão feita para deixar o cabo alto, puxando o rider para cima e também mantendo a estabilidade do barco
Wake- Marola formada pelo barco


GÍRIAS

Bicudo - Manobra irada
Bombando - Quando o local está lotado
Cabuloso - Surpreendente
Champ's - Campeonato de wakeboard
Estabaqueines - Tombo muito feio
Glass - Quando á água está bem lisa, ou seja sem marolas
Magal - Mauricinho que só anda de wake para aparecer
Mamãezar - Errar manobras que estão na base
Margarete - Situação quando o rider larga a manete ao aterrisar uma manobra
Miado - Quando o local está vazio
Morra - Quando a marola está grande
Pangar -vacilar
Pescoçear - Ficar de bobeira
Pilhado - Muito afim de andar de wake
Prego - Quem anda mal de wake
Quebrou Tudo - Andou muito bem
Sacou - Entendeu
Sangue nos Zóio - Corajoso
Seqüela - Tombo muito feio que deixa o rider meio zonzo por algum tempo
Session - Andar de wake
Style / estileira - Manobra executada com muito estilo
Submarino - Quando o barco está muito pesado e entra água pela proa
Vaca - Tombo muito feio

Todas as definições foram pesquisadas e feitas por Artur "JJ" Junior, Igor Boito e Marcelo Bacchi.

Parceiros




 

Publicidade

Sergipe Náutica

Email : O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Web : www.sergipenautica.com.br

Capitania dos Portos de Sergipe

Endereço: Av. Ivo do Prado, nº 752 - Bairro São José - Aracaju/SE
Telefone:
(79) 3711-1600; 3711-1646; 3711-1647 (FAX)
Email: O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.
Web:
www.cpse.mar.mil.br

Marinha do Brasil